O Pai Natal Existe?

“Cada idade tem o seu código de maturidade” Virgílio Ferreira (Carta a Sandra)

Para responder o desafio a mim proposto,  de  responder a pergunta de partida, ou seja, se se  podemos ou não acreditar na na existência do Pai Natal, para isso, tecerei a minha minha resposta em duas perspectivas. Usando a citação do Virgílio Ferreira acima escrito, eu diria que o pai natal existe. pai natal 2

Primeiro, se até hoje nas comemorações das festas de natal o Pai Natal, continua a ser um dos elementos activo que “vida”  ao sonhos dos país, da família, da sociedade e sobretudo das crianças e até mesmo de muitas organizações com ou sem fins lucrativos, então é porque ele existe.

Por outro lado, e nesta ordem de ideias, se após dois séculos alguém consegui vivificar uma personagem que a partida todos nós sabemos que não existe é porque alguém teve a capacidade de torna-lo intemporal. E esta capacidade, criatividade para  permanecer as coisas, os conceitos, personagens por séculos de história só pode ser por intermédio da comunicação.

De acordo com o Padre Augusto Magne “comunicar significa participação, troca de informações, tornar comum aos outros ideias, volições e estados d’alma”.

Olha, este é um exemplo claro de que a junção da criatividade e a comunicação é possível criar coisas capas de se partilhado por todos, é possível torna útil, necessário, fazer com que as pessoas dependem delas para o seu dia a dia. Fernando Pessoa,, o escritor português, criou os heterónimos que até hoje está incluído no plano de estudos do ensino da literatura de muitas escolas, possivelmente não só em Portugal como em muitos países.

Como sabemos o Pai Natal é uma personagem  criada pela Coca-Cola em meados do século XX, nas suas acções de comunicação e que se tornou o símbolo da marca.

A comunicação quando é  bem estruturada e direccionada como sabemos, é uma arma poderosa na concretização dos objectivos, quer para pessoas quer para as organizações.

Se quando pequenino acreditei que o Pai Natal pudesse levar-me um presente e que tal não chegou acontecer, hoje, a minha convicção é de que tudo depende unicamente de nós para tornar real.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s